Pular para o conteúdo principal

O melhor amigo!


Na semana da amizade vou-te falar sobre o melhor amigo!


A mãe estava na sala, costurando. O menino abriu a porta da rua, meio ressabiado, arriscou um passo para dentro e mediu cautelosamente, a distância. Como a mãe não se voltasse para vê-lo deu uma corridinha em direção a seu quarto.
- Meu filho? – Gritou a ela.
- O que é – respondeu, com ar mais natural que lhe foi possível.
- Que é que você está carregando ai?
Como podia ter visto alguma coisa, se nem levantara a cabeça? Sentido-se perdido, tentou ainda ganhar tempo:
- Eu? Nada...
- Está sim. Você entrou carregando uma coisa.
Pronto: Estava descoberto. Não adiantava negar o jeito era procurar comovê-la. Veio caminhando desconsolado até a sala, mostrou a mãe o que estava carregando:
- Olha ai, mamãe: É um filhote...
Seus olhos súplices aguardavam a decisão.
- Um filhote? Onde é que você arranjou isso?
Achei na rua. Tão bonitinho, não é, mamãe?
Sabia que não adiantava: Ela já chamava filhote de isso. Insistiu ainda.
- Deve estar morrendo de fome, olha só a carinha que ele faz.
- Trate de levar embora esse cachorro agora mesmo!
- Há Mamãe... – Já compondo uma cara de choro.
- Tem deis minuto para botar este bicho na rua. Já disse que não quero animais aqui em casa. Tanta coisa pra cuidar. Deus me livre de ainda inventar uma amolação dessas.
O menino tentou enxugar uma lágrima, não havia lágrima. Voltou para o quarto, emburrado: A gente também não tem nenhum direito nesta casa – pensava. Um dia eu faço um estrago louco. Meu único amigo enxotado desta maneira!
- Que diabo também, nesta casa tudo é proibido! – Gritou lá do quarto, e ficou esperando a reação da mãe.
- Deis minutos – repetiu ela, com firmeza.
- Todo mundo tem cachorro, só eu que não tenho.
- Você não é todo mundo.
- Também de hoje em diante eu não estudo mais, não vou mais para o colégio, não faço mais nada!
- Veremos – limitou a mãe, de novo distraída com a costura.
- A senhora é ruim, mesmo, não tem coração.
- Sua alma, sua palma.
Conhecia bem a mãe, sabia que não haveria apelo: Tinha deis minutos para brincar com seu novo amigo, e depois...
Ao fim  de deis minutos, a voz da mãe, inexorável:
- Vamos chega! Leva esse cachorro embora.
- Há mamãe, deixa!Choramingou ainda: - Meu melhor amigo não tenho mais ninguém nesta vida.
- E eu? Que bobagem é essa, você  não tem sua mãe?
- Mãe e cachorro não é a mesma coisa.
- Deixa de conversa: Obedece a sua mãe.
Ele saiu, e seus olhos prometiam vingança. A mãe chegou a se preocupar: Meninos nessa idade, uma injustiça praticada a eles perdem a cabeça, um recalque, complexos, essa coisa toda...
- Pronto mamãe!
Ele exibia uma nota de vinte e uma de deis: Havia vendido o seu melhor amigos por trinta dinheiros (expressão do autor).
- Eu devia ter pedido cinquenta, tenho certeza de que ele dava - murmurou pensativo.
(Tirado do livro. Fernando Sabino. A mulher do vizinho, editora sabiá, RJ. 6° edição.)

Moral da história!
Bom deu para observar que o menino não perdia oportunidades. Para ele os momentos difíceis tornaram-se oportunidades.
01 – Achou o cachorro levou pra casa. Adquiriu um amigo grátis!
02 – Ele é um bom negociador. Tentou convencer a mãe com vários argumentos diferentes.
03 - Não alcançando o êxito de ficar com o seu melhor amigo ele foi um bom vendedor! Livrou-se do amigo, e ainda levou dinheiro no bolso!
04 – Ele é uma pessoa de visão. Apesar de ter fechado a venda. Ele tinha certeza que poderia ter ganhado mais se tivesse convencido melhor o comprador do cachorro!
E você se estivesse no lugar deste menino qual atitude tomaria?
Será que você saberia aproveitar seus momentos de fraquezas para tornar-se forte?
 Úrsula – Coach.
Skype: ursolina. de.Souza.silva



Google Apps for Work.
 










Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VOCÊ QUER MUDAR O ROTEIRO DE SUA VIDA?

Como me vestir bem usando peças do meu guarda-roupas?

Como me vestir bem usando peças do meu guarda roupa? Muitas vezes nos perguntamos o que fazer para estar bem vestida.Estar bem vestida não tem nada a ver com ter um guarda roupa atolado de roupas e calçados. Mais com a sua escolha para transformar o seu visual no momento que vais escolher a sua roupara ir ao trabalho, ou as compras.
Se você é uma pessoa que gosta de andar bem vestida de ter sempre um visual diferente. Não precisa perder tempo com roupas de luxo ou etiquetas. Para vestir-se bem sem gastar muito. É saber usar roupas que você já possui em seu guarda roupa.Que sejam roupas que venha valorizar o seu corpo.

Para você sentir-se bem. Você precisa gostar, e estar de bem com o resultado da roupa escolhida. De nada adianta você colocar uma jaqueta e ser comparada a um cantor famoso. Se você não estiver preparado para receber este comentário. Sem dúvida você irá sentir - se mal e vai desejar nunca ter usado aquela peça.

A roupa escolhida por você ela tem a ver com o seu perfil o seu…

Por que devo usar o GSuite?

POR QUE VOCÊ DEVE USAR O SUITE?
Acompanhe aqui as perguntas e resposta sobre oGSuite!

No Gsuite guarda  documentos nas nuvens! Sim -Gsuite é um local seguro?  Muita gente perde tempo sem saber como ter seus dados protegidos em local seguro.
- Qual a maior reclamação dos empresários? A perda de dados importantes é o maior problema que os empresários enfrentam hoje. Muitas empresas fazem queixas que perderam dados preciosos de sua empresa.
- O que leva a estas pessoas a perderem os seus dados? Hoje pessoas físicas e jurídicas usam os programas em nuvens de forma grátis. Espalham suas informações em “endereço variados”. Esquecendo que o Gsuite. Oferece Espaço nas nuvens com segurança para guardar seus documentos. Oferece uma conta @gmail onde você e sua empresa terão segurança total.
- Este e-mail @gmail ele tem espaço suficiente? Sim. Quando você contrata o Gsuite empresarial ou pessoa física. Você não vai se preocupar com espaço. Toda informação de sua empresa em um único lugar.
- O Gsuite tem cap…